Sonho vem em primeiro lugar no orçamento – Jornal O Tempo

Moacyr Castellani
Moacyr com Peter Hawkins
14/02/2020
Moacyr Castellani
Personal Coach – Revista Sala de Espera
04/03/2020
Moacyr Castellani

Especialistas dizem que poupar dever ser a principal prioridade

Por ANA PAULA PEDROSA 23/03/08 – 23h47

Torneira aberta sem necessidade é uma fonte de desperdício de dinheiro

Especialistas dizem que poupar dever ser a principal prioridade

Foto: CARLOS RIENCK – 31.1.2002

Organizar a vida financeira é o caminho mais curto para realizar o sonho de consumo, seja ele qual for. O consultor Reinaldo Domingos, autor do livro “Terapia Financeira”, diz que o segredo do sucesso está em quatro pilares: diagnosticar, sonhar, orçar e poupar, método chamado “Disop”.

Ele explica que o sonho vem antes do orçamento e do planejamento porque deve entrar nas duas fases seguintes. Sem esse procedimento, dificilmente a pessoa conseguirá realizá-lo. O consultor Moacyr Castellani concorda. “As pessoas falam que não sobra nada, mas o sonho, a poupança, tem que vir em primeiro lugar”, afirma.

Para os especialistas, a atitude correta é calcular o preço do sonho e deduzir o valor do salário, antes de fazer as outras despesas. Para funcionar é preciso que o sonho seja compatível com a realidade da pessoa.

Na categoria “sonho” pode entrar um carro novo, uma casa, uma viagem, a faculdade dos filhos ou o pagamento de dívidas. Domingos explica que o sonho é combustível para a pessoa seguir as metas estipuladas.

Para chegar ao valor ideal de poupança, basta dividir o valor total pelo tempo de espera. Para comprar um carro de R$ 50 mil em três anos, por exemplo, a economia seria R$ 1.388 por mês.
Se o valor é alto, a pessoa pode optar porumcarro mais simples (um de R$ 20 mil exigiria poupança mensal de R$ 555) ou ampliar o prazo.

Se esperar dez anos, R$ 416,60 por mês serão suficientes para acumular os R$ 50 mil. “Pode demorar, mas se não for planejado, provavelmente ela não vai realizar nunca”, diz.

Os passos seguintes são orçar e poupar. Para orçar é preciso colocar no papel as despesas diárias, separadas por categoria (alimentação, transporte etc) por três meses. Feita a média mensal, é hora de cortar excessos e prever despesas fixas e variáveis, inclusive as anuais, como impostos.

Se dividir o valor do IPTU e IPVA por doze e guardar todo mês o recurso equivalente não haverá dificuldades quando as contas chegarem em janeiro. A pessoa ainda poderá se beneficiar dos descontos para pagamento à vista.

Quem tem dívidas deve renegociar em busca de juros menores. Fazer um empréstimo no banco para pagar a financeira, por exemplo, dá resultado porque as taxas são menores. Depois é só não esquecer de incluir as prestações do empréstimo no orçamento.

O site www.terapiafinanceira.com.br tem planilhas que ajudam a fazer o orçamento familiar e a economizar um bom dinheiro.

Texto original: https://www.otempo.com.br/capa/economia/sonho-vem-em-primeiro-lugar-no-orcamento-1.268494

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

COACHING ONLINE